Follow by Email

domingo, 3 de novembro de 2013

DIA DE FINADOS



















O sol raiou,
A flor abriu!
A gota de orvalho
Correu apressada,
Pela folha molhada
E caiu no galho
Em decomposição!
O galho se renova,
Como em mim e em ti,
Pois sabemos que nesta cova,
Não ficaremos sempre aqui...
Corremos para a Ressurreição!
Nesta terra, somos viajantes,
Bastante errantes!
Mas lutamos por uma vida nova
Que se renova
Em cada dia...
Enquanto, sonhando,
Vamos amando
E pensando
Que tudo seria,
Se não fosse a ganancia,
Como Deus queria!

Modesto

Sem comentários:

Enviar um comentário