PELA MANHÃ



















Os raios do sol me tocaram lentamente
A anunciar um belo amanhecer.
Um'imagem encheu-me de paz levemente
E um sorriso estampou-se no meu ser.

Raramente tenho ficado nest' estado,
Parecia haver estranho ritual!
Apagaram-se as linhas do meu passado,
Houve um encontro de almas casual!

E fiquei, então, um momento a pensar
Qual era a lição de vida que queria
Dar ao meu rosto e, suavemente, amar,
Num lindo amanhecer que acontecia!

Mais tarde, veio a dor e a solidão
Quando fost' embora, empurrando meu peito!
Uma lâmina rasgou o meu coração
E a angústia deixou-me neste jeito!

Modesto

Comentários

Mensagens populares deste blogue

NASCESTE, FILIPA !

A VIDA TEM OUTRO SABOR

SALVEMOS O PLANETA