TUDO PASSA

















Já tudo vai tão longe!... A mocidade,
Logos, pathos, eros, e...ainda mais!
Juras qu'iam até à eternidade,
Concepções do mundo... muitos ideais!

Crepúsculos de rara suavidade,
Carícias embrulhadas em cristais...
Havia sempre a terna novidade:
Afectos, ritos, gemidos musicais!

Esses ritos e gemidos musicais
Sumiram-se em dispersos vendavais...
Ficou a saudade e o extravio...

Foram-se os sonhos, ou são dissonantes...
A vida já não é o que era dantes:
É um gemer de ais e um desafio!

Modesto

Comentários

Mensagens populares deste blogue

NASCESTE, FILIPA !

A VIDA TEM OUTRO SABOR

SALVEMOS O PLANETA