segunda-feira, 16 de julho de 2012

PERCO-ME NO TEU MODO DE AMAR























Agora há uma paz tão singela,
Porque estou tão bem e tão contente...
E a vida me parece tão bela,
Que eu canto e ando sorridente!

Só um sorriso teu e sou feliz,
Um sorriso simples e bem sincero!
É tua a palavra que me diz
Que sem calma todo me desespero!

Assim com sobrenomes carinhosos,
Tua palavra dita é enorme!
E os teus mimos são tão preciosos
Que por algum motivo têm teu nome!

Tua mão suave me dá carinho,
Quando eu t'aperto suavemente,
Tua face toca-me de mansinho
E afagas-me protectoramente!

Contemplando-me assim, me sorris
E eu extasio-me no teu olhar!
Se tenho tudo o que sempre quis,
Perco-me no teu modo de amar!

Modesto



















Sem comentários:

Enviar um comentário

INCÊNDIO VELOZ

Corre mais que um atleta, mais depressa E corre tão depressa como o vento... Atrás de si, fica a treva espessa: O ten...