quarta-feira, 11 de julho de 2012

ESTOU AQUI PARA TE AJUDAR























Quando eras ainda menino,
Eu chamei-te, Meu pequenino!
Mas, quanto mais te chamava,
Mais tu de Mim te afastavas,
Tinhas outros interesses...
Entretanto, Eu trazia-te nos Meus braços,
Mas não reconheceste os meus abraços!
Segurava-te com laços humanos,
Os laços de amor, sem enganos,
E levantei-te, como criancinha, contra o rosto,
Inclinei-me para ti, para que vivesses composto...
Como poderia, agora, abandonar-te?
Como poderia, agora, deixar-te?
Meu Coração dá voltas dentro de Mim
E comove-se por te ver assim!
Eu Sou Deus e não um homem,
Sou, no meio de ti, o Santo
E nunca deixarei de limpar teu pranto.
- Vem, entra em minha casa, Senhor!
Salva-me com o Teu Poder, por favor.
Olha, vê e cuida deste pecador
Que fizeste crescer no Teu Amor!
Faz voltar a mim a alegria e a paz, Senhor!
Quero seguir Teus ensinamentos,
Partilhar dos Teus tormentos
E viver nos Teus Mandamentos...

Modesto

Sem comentários:

Enviar um comentário

SONETO BEM CRIADO

Nestas linhas mal traçadas, Há um soneto partido E mágoas anunciadas: Ouve-se long' o gemido. Nas linhas, há al...