segunda-feira, 12 de março de 2012

VIVER NO CAMPO















Vida na campo, dádiva da Natureza,
Com as suas infinitas tonalidades,
Matizes verdes espalhando beleza...
É um mergulho nas suas vivacidades.

O cheiro da terra regada no Verão,
O ribeiro manso que segue seu percurso,
Frutos coloridos que se colhem à mão,
Tudo é um bom alimento de recurso.

O canto subtil e delicado das aves,
A luz da lua e o brilho das estrelas
Nas noites de bailes, rodas, danças suaves...
Sentir estas coisas, precisas conhecê-las!

Leite fresco, manteiga, saboroso pão
Acabado de sair do forno de barro,
Acordar cedo, ouvir o galo pavão...
Vive-se ao ritmo dos bois presos ao carro.

É viver nas asas da imaginação,
Correr pelos campos, vibrando alegria,
Rebolar na erva até à exaustão,
Olhar a paisagem... a melhor poesia!

Modesto

Sem comentários:

Enviar um comentário

VENDO-NOS AO ESPELHO

O espelho não me diz que envelheço, Enquanto andar junto da mocidade. Mas as rugas vêem meu rosto impresso... J...