Follow by Email

segunda-feira, 26 de março de 2012

RETOMA A MINHA ALMA


















Aqui tens, Meu Deus, a minha alma nua,
Repousada, embebecida, absorta.
Outrora, impávida, ela era Tua,
Tão humilde, quant'a nobreza comporta.

Agora, 'stá turva, à luz da candeia,
Padece de amargura e está vazia!
Traz a Tua Luz, vem e a clareia,
Volte a ser o pirilampo que luzia!

Quero ter a verdade nua e crua
Da Luz em que a alma se perpetua:
Encandeia-me no fogo do Amor!

Ter laços fortes com outras criaturas,
Aliviar as almas das amarguras,
Ser feliz sob a protecção do Criador!

Modesto

Sem comentários:

Enviar um comentário