quarta-feira, 21 de março de 2012

JÁ FOI PRIMAVERA























Foi um lindo sonho que já passou,
A Primavera das belas manhãs...
Dás-me um beijo, eu outro te dou:
Recordações das nossas vidas sãs!

Agora é tempo de perceber
Que o nosso amor amante, já era!
Agora, já só nos resta sofrer,
Ao ver qu'o amor 'stá na Primavera.

A dor inevitável das lembranças
Mostra-nos que tudo é passageiro:
A juventude, folias e danças
Passaram: Não deixaram tud'inteiro!

Na Primavera, com as belas flores,
Esquecíamos as folhas d'Outono:
Só víamos caminhos prós amores,
Tínhamos vida, não tínhamos dono.

A Primavera dos nossos amores
Era arca de ilusões etéreas!
Agora, a vida chora com as flores:
Vivemos com cintilações sidéricas!

Resplende, Primavera, teus fulgores,
No c'lorido dos teus dias risonhos!
Tu trouxeste o fel das nossas dores...
Mas deixaste o néctar dos bons sonhos!

Modesto

1 comentário:

  1. É lindo!!! O sofrimento do presente não ameaça a lembrança de um passado em liberdade e amor de intensas vivências!!! Tempos áureos, que a saudade pinta de cores primaveris que amenizam o Outono de quem tem memória sadia e consciência temporal desta viagem...em que a última etapa será uma sonata de Harmonia, Descanso e Paz!

    ResponderEliminar

VENDO-NOS AO ESPELHO

O espelho não me diz que envelheço, Enquanto andar junto da mocidade. Mas as rugas vêem meu rosto impresso... J...