O AÇOR

















Meus olhos vêem, pousado lá no alto
Pico da serra, o grande caçador.
Voa e caça sua presa num salto,
Com uma coragem de conquistador!

Nos altos espaços, árduo planalto,
Ou nas colinas coloridas em flor,
Vai contemplando o céu azul-cobalto
E voa imponente, pleno d' ardor!

Ao longe avista, como brilho d' estrela,
De beleza rara, um bebé gazela
E cai sobr' ela com' intenso clarão!

O veado viu-o a galgar os céus,
Corre para proteger os filhos seus...
Fica-lh' a bater o pobre coração!

Modesto

Comentários

Mensagens populares deste blogue

NASCESTE, FILIPA !

A VIDA TEM OUTRO SABOR

SALVEMOS O PLANETA