terça-feira, 11 de março de 2014

SINFONIA DA VIDA DESAFINADA























No tecido inicial do Universo,
Quando a vida começa a existir,
Forma-se um horizonte azul diverso:
Os elementos começam a construir.

A Força que rege essa imensidão
Mostra a cada elemento um caminho.
Cada um sabe qual a sua missão...
Actua, no sistema solar, com carinho!

Sempre existiu vida nas várias eras,
Com a terra cheia de pássaros e flores...
Viviam em paz as grandes mas doces feras,
Saciadas, livres... brincavam aos amores!

Milhões de anos vivem em harmonia,
Até que o Humano vai aparecer...
"Inteligente" desafina a sinfonia,
Para obter lucro... Começa a sofrer!

Começa a haver o rico e o pobre,
Cada um procura lucro acumulado...
Acomoda-se, indiferente, o nobre,
O progresso saudável fica de lado...

Desenvolvimento é destruir um lar?
Paraíso verde 'stá desequilibrado!
Já não há herança boa para legar!
Jardim de harmonia? Está degradado!

Tudo poderá mudar: Basta escutar
A Palavra de Jesus, por Deus enviado!
Ele assim pregou e veio-nos lembrar:
«Amar o próximo» tem que ser praticado.

Modesto

Sem comentários:

Enviar um comentário

SAUDADES, MÃE !

Vejo-te num anónimo jazigo Humilde, ond' a paz se nos revela. Erguida, junto dum ciprest' antigo, Contemp...