sexta-feira, 14 de março de 2014

ALMA ORANTE























Meu Amor Eterno que não se vê,
Como canção tangida pelo vento...
Minha alma ressoa. Como? Porquê?
Como flauta, tem som de pensamento!

A brisa, nos florais, passa e vê
Um feitiço de amor à flor do tempo
Que vem, sem precisar dizer porquê...
Oração de suspiros ao relento!

É oração do ser, tão docemente
Percebida e... leve se pressente,
E todos precisam de perceber...

Basta amar o próximo na vida,
Prá alma eterna ficar remida,
Com' abre a flor ao amanhecer!

Modesto

Sem comentários:

Enviar um comentário

INCÊNDIO VELOZ

Corre mais que um atleta, mais depressa E corre tão depressa como o vento... Atrás de si, fica a treva espessa: O ten...