Follow by Email

quarta-feira, 5 de março de 2014

PERCURSOS




















Quero o meu ser a florescer na lua.
Deixem-me plantar canteiros d' esperança,
Nem que seja na berma do fim da rua...
Quero ser uma estrela na bonança!

Longo horizonte não me extenua,
Porque vivo com os olhos de criança.
Que a Palavra do Meu Deus retribua
E encurte os extremos da esp'rança!

Sim! A calma dos jardins só faz sentido,
Se a flor aberta assim o consente:
Ser flor posta na jarra, por ser bonita!

Deixem o meu coração sonhar perdido!
E, se se perder, que meu amor aumente,
Tanto quanto a alma é infinita!

Modesto

Sem comentários:

Enviar um comentário