Follow by Email

sexta-feira, 28 de março de 2014

CAMPOS FLORIDOS



Eu faço versos ao campo,
Pra recordar meu passado,
No meu lindo chão amado!
Enquant' houver quem me ouça,
Falarei daquela bouça...
Continuarei a sina
No campo que me fascina,
Do seu cheiro gosto tanto!
O campo não morr' enquanto
A minha voz não termina!

Eu canto floridos campos,
Naqueles dias chuvosos
Qu' os tornam vigorosos
E isso é importante!
Meu poema vos garante:
Mesmo nas dificuldades,
É melhor que as cidades!
O campo ainda tem
Gente qu' ajuda alguém
Que passe necessidades!

Eu canto floridos campos,
P'lo meio deles abalo,
Ao ouvir cantar o galo!
Contemplo-os lentamente,
Junt' à suave vertente
Da água da fonte pura
E da erva-chá que cura.
Vejo no campo beleza,
Mantenho a cham' acesa,
Par' a geração futura!

Modesto

Sem comentários:

Enviar um comentário