terça-feira, 18 de fevereiro de 2014

REMINISCÊNCIAS

















Ah! Se eu pudesse voltar a ver!
Ah! E se eu pudesse alcançar
Os horizontes que me davam ser
Com suas roseiras a rebentar!

S' eu pudesse voltar à mocidade,
Cantando ou chorando nas esperas...
Amontoava rosas de saudade
E com pétalas fazia esferas!

Por ali, espalhava perfumes
E, para além, seguia costumes,
Podando roseirais que eram meus!

Ah! Como gostaria d' abraçá-los
Buscando rebanhos nos meus cavalos...
Alcançaria o azul dos céus!

Modesto

Sem comentários:

Enviar um comentário

DELÍRIO AO PIANO

A tecla, mais doce que um carinho Do meu piano ebúrnio, soluçava. Era como ouvir um sol mansinho, Em cada nota que ne...