ENCONTRO
















Vou falar como o vento fala às folhas,
Com' a brisa ameniza o coração.
Não quero tapar o silêncio com rolhas,
Quero ouvir vozes cantar em união!

Quero dar a paz como boa sensação
No fluir da alma que está bem presente,
Neste encontro, com mágica satisfação...
É como encontro d' amizade atraente!

Talvez cada palavra transcenda encanto.
Talvez os sorrisos nos recordem segredos
Da vida em comum, minúsculo instante...

Recordar a vida vivida e errante,
Ou ouvir os colegas falar dos seus medos...
Sente-se no coração, sorrisos de espanto!

Modesto

Comentários

Mensagens populares deste blogue

NASCESTE, FILIPA !

A VIDA TEM OUTRO SABOR

SALVEMOS O PLANETA