quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

POEMA DE ENLEVO























Estes versos de amor fí-los pensando
No teu lindo rosto cheio de bondade,
No teu olhar compreensivo e brando,
Onde encontrei ternura e claridade.

E fí-los perto de ti, naquelas horas
De entendimento - místico enleio -
E, em vez de fortes vibrações canoras,
Ouvi o canto do teu lindo gorjeio.

Vi no teu olhar, cheio d' infinito
E no teu belo rosto, o mais bonito
Poema de carinho e de afecto.

Tu estás presente nestes doces versos
Enamorados em sentidos diversos...
Contêm em si o seu próprio objecto.

Modesto

Sem comentários:

Enviar um comentário

O CORAÇÃO DO SER HUMANO

O coração de todo o ser humano Foi concebido para ter piedade, Pra ser doce no eterno desengano, Para olhar e s...