sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014

DESABRIGADOS






















Trabalhei com vontade e... cansaços.
Com grande amor e solicitude.
Mesmo sem querer, fui dando abraços...
Fiz como se tivesse juventude!

Era noite e desbravei espaços,
Encontrando bondade e virtude...
Consolei mágoas, ouvi fracassos,
Fazendo a todos o bem que pude.

Eram idas d' avanços e paragens...
Na cidade tive a consciência
De que há muita gente infeliz!

Eu pensava a vida em miragens,
Entre névoas soltas e ausência...
Vi que foi bem pouco o bem que fiz!

Modesto

Sem comentários:

Enviar um comentário

AQUI MOROU MEU REI

Aqui morou um rei quando, menino, Vestia um castanho algodão. A pedra da sorte do meu destino Pulsava junto ao meu cora...