quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014

OS TEMPOS DA INOCÊNCIA














Há saudade dos tempos em que curtia
A vida e pensava que não bastava!
Agora vivo com minha nostalgia
E duvido se tudo aproveitava.

Se soubesse qu' a vida ia crescendo,
Minha infância seria mais intensa!
Ela foi boa e nela ia vivendo...
Dela ficou uma saudade imensa.

Até evito pensar nela demais,
Sei que há momentos que não voltam mais,
Nem as amizades dos tempos da 'scola!

Tudo o qu' era bom, eu aproveitava,
Crescer, não era o que eu esperava...
Há saudade, não só dos jogos da bola!

Modesto

Sem comentários:

Enviar um comentário

VENDO-NOS AO ESPELHO

O espelho não me diz que envelheço, Enquanto andar junto da mocidade. Mas as rugas vêem meu rosto impresso... J...