PORTUGAL A RENASCER



















Amor, contínuo amanhecer,
Em campos com a terra semeada.
Quando deles desfolhar... vamos ver
O amor em paisagem matizada.

Progresso virá! Há-de renascer
Nova luz, nova paz, novo sentido
Para a vida que 'stamos a viver...
Nascerá um amor enternecido.

Todos o vêem. Todos o recordam:
«Palavra d'honra»: Todos concordam.
É amor fraterno, quase divino.

Os homens voltarão a ter amor,
Farão dele um poema em flor
De mão na mão, como em pequenino.

Modesto

Comentários

Mensagens populares deste blogue

NASCESTE, FILIPA !

A VIDA TEM OUTRO SABOR

SALVEMOS O PLANETA