Follow by Email

quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

COLINAS NEVADAS




Cai neve devagarinho
Tão branca, dá gosto vê-la,
Pois fica tudo branquinho...
Cada floco, é estrela!

É um quadro natural:
Branquinha fic'a ramagem
Das árvores, sem igual,
Abrilhantam a paisagem!

As colinas vão ficando
Pouco a pouco transformadas,
Porqu'o sol as vai mudando,
Prá cor do rio: Douradas!

Recolho o meu rebanho
Que guardava no monte
E vejo encanto tamanho,
Ao olhar pró horizonte!

Na montanha fui feliz,
Mesmo em noites de breu:
'Inda sinto na matriz,
O viver perto do Céu!

Modesto

Sem comentários:

Enviar um comentário