segunda-feira, 9 de janeiro de 2017

TARDE DE FESTA MÁGICA



















Donde vem este acender do céu,
Beleza dum entardecer de cobre?
Tive de tirar das nuvens o véu
Pra ver a paisagem bela e nobre!

Chamas coloridas - vermelho verde
Iluminam o ar dum outro sol.
Reflecte azul na planície verde
E nas montanhas surge o arrebol!

É festa mágica a minha vida,
Com fogo que ilumina a terra.
Coração de lâmpada acendida
Que alumia a luz que encerra!

Fui plos campos na noite estrelada,
Com braços abertos e face nua.
Área ingénua bem cantada,
Falando da noite, campos e lua!

Modesto

Sem comentários:

Enviar um comentário

ORIENTA-ME, ESTRELA DA MANHÃ !

Eu te procuro, doce estrela a manhã Que no lusco-fusco d' aurora 'stá desperta, Por vezes, no meio de nuvens c...