Follow by Email

sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

FLOR COM DEFEITO























Era a flor mais simples, coitadinha,
Qu' até nem merecia, mas lá 'stava,
A sua timidez de longe vinha,
Já no botão o defeito estava

Nem s' atrevia a ver quem passava,
´Stava presente longe da rainha -
Rosa esplendorosa que reinava -
Vivia no jardim, nada mais tinha.

Até do sol ela se escondia,
Porque morrer é o gostaria:
Era flor que s' acanhava inteira!

Eu sorria-lh' o melhor que consigo,
Mas ela nada queria comigo...
Visitava-a, não por brincadeira!

Modesto

Sem comentários:

Enviar um comentário