O FRIO DE INVERNO

















Manhã de Janeiro fria, molhada
E o Inverno vem-nos assim sacudir.
Há fogueira, por vezes, apagada...
Saudades do Verão 'stou a sentir.

Outono deixou árvores despidas,
Depois veio frio, as invernadas,
E as noites a gelar nossas vidas,
Com o vento soprando rabanadas.

Guardo as lembranças do Verão,
Tudo faz alegrar o coração,
É estação quente e colorida.

Ver crianças a correr e brincar
E eu fico sempre a esperar
Que venha o melhor pra nossa vida.

Modesto

Comentários

Mensagens populares deste blogue

NASCESTE, FILIPA !

A VIDA TEM OUTRO SABOR

SALVEMOS O PLANETA