Follow by Email

quinta-feira, 1 de setembro de 2016

UMA CASA LÁ NO ALTO

















Vou fazer a minha casa lá no alto,
Ond' as estrelas mostram o caminho,
Perto do céu e longe do asfalto,
Vou, entre nuvens, fazer o meu ninho.

Quero sentir o vento burburinho,
Ouvir a voz dum rouxinol incauto,
Aquecer o meu coração sozinho,
Ver nascer o sol sobre o planalto.

Uma casa simples com chão de terra
E, por luz, a lua perto da serra,
Um fogão a lenha sobre a rede.

Quero, espero na noite que vem,
Quando pela porta entrar alguém
Com amor, pra matar a minha sede.

Modesto

Sem comentários:

Enviar um comentário