domingo, 25 de setembro de 2016

PAZ COM POESIA

























Falemos de poesia, não de guerra,
Criemos poetas e não guerreiros,
Espalhemos a paz por toda a terra,
A fraternidade nos prisioneiros.

Declamemos poesia sobr' a serra,
Explodamos poemas e não morteiros.
Vamos dar amor e perdão a quem erra
Nos batalhões do bem fazer, os primeiros.

Falemos de amor - qual jóia num cofre!
Quem o tiver, tem a chave da estrofe...
Falemos de poesia, não de guerra.

Olhemos para o céu e universo.
Sem rimar guerra e paz no mesmo verso...
Vamos ler poesia qu' amor encerra.

Modesto

Sem comentários:

Enviar um comentário

O CORAÇÃO DO SER HUMANO

O coração de todo o ser humano Foi concebido para ter piedade, Pra ser doce no eterno desengano, Para olhar e s...