quinta-feira, 8 de setembro de 2016

GRANDE LÁGRIMA



Em pleno beiral do meu telhado,
Uma gota d' água 'stá dormindo
Sonha o seu sonho encantado
E outros sonhos se vão seguindo.

É noite: rua iluminada
Com luzes das estrelas brilhando.
Uma gota d' água encantada
Na chuva deste Setembro, chorando.

Ouço silêncio nesta gota
Que dorme docemente seu sono
E a grão paixão dela brota:
É pura, sublime no seu sonho.

Vejo na rua uma criança,
Traz lágrima de saudade, ternura,
Porque não lhe saem da lembrança
Os tristes momentos d' amargura.

Juntam-se as gotas no regaço
Da triste criança adorada
                                                     Que mistura a dor, o cansaço
                                                     Numa enorme gota chorada!

                                                     Modesto
















Sem comentários:

Enviar um comentário

DESCANSO DUM SONHADOR

A cabeça pendida docemente Em sonhos do sonhador inquieto: É o sonho o seu bordão clemente E repousa num descanso discr...