Follow by Email

segunda-feira, 7 de maio de 2012

OH! SOL DE MAIO!...
















O sol já não brilha lá no alto
E eu que preciso tanto de calor!
Vem sol! Vem aquecer-me e ao asfalto
Como em qualquer Verão abrasador!

Oh! Sol da minh'alma, desfaz este gelo,
Deixa correr um Maio mais constante!
Vê: Entre lágrimas vai o meu apelo:
Faz que meu jardim volte a ser brilhante!

Agora diz-me: Por onde tens andado?
O meu cansaço já é demasiado,
Pois minhas flores têm falta de cor!

Passas a correr tanto que nem te vejo,
As minhas rosas precisam do teu beijo!
Desbotadas, não servem pró meu amor!...

Modesto

Sem comentários:

Enviar um comentário