Follow by Email

quarta-feira, 23 de maio de 2012

BENDITA VIDA

Bendigo-te, minha vida:
Não desisti da esp'rança;
Sem penas imerecidas;
Vida terna em criança!

Conquistei meu destino
Em mel e fel... Honrosas
Coisas em rude caminho...
E semeei belas rosas!

Vida, jóia amorosa,
Com caminhada serena...
Vivi com honra briosa,
Na Terra que deixa pena.

Admirei a Natureza,
Cuidei dela com'idóneo,
Apreciei a beleza
E dei o seu a seu dono.



Procurei a alegria,
Vivi sempre com verdade
E tive Deus como Guia:
Ele deu-m'a liberdade!

É Outono! Vem o Inverno...
Com amor, tudo se faz!
Mesmo se eu fosse eterno,
Viveria a vida em paz!

Modesto

Sem comentários:

Enviar um comentário