terça-feira, 15 de novembro de 2016

NOITES DE LUA CHEIA

















Minhas noites claras de lua cheia,
No vosso meio, noites luminosas,
Minh' alma canta como a sereia
E vive a cantar num mar de rosas.

Ó noites queridas que Deus prateia
Com a luz dos sonhos das nebulosas,
Minhas noites clara de lua cheia,
Como eu vos amo, noites formosas!

Sois como um rio de luz sagrada
Onde, sonhando, passa embalada
Minha esperança sem mágoa, nua...

Minhas noites claras de lua plena
Que encheis a terra de paz serena,
Como gosto de vós, noites de lua!

Modesto

Sem comentários:

Enviar um comentário

VENDO-NOS AO ESPELHO

O espelho não me diz que envelheço, Enquanto andar junto da mocidade. Mas as rugas vêem meu rosto impresso... J...