Follow by Email

sexta-feira, 4 de novembro de 2016

FELICIDADE


















Busquei-te na criança que brincava,
Até mesmo no monte verdejante,
Na bela rosa que desabrochava,
No céu, no mar, num lugar bem distante.

Procurei-te na nuvem que passava...
Tornou-se obsessão, gest' incessante,
Compulsivamente te procurava:
Achei-te no meu peito num instante!

Vi-te numa manhã de sol ardente,
Na noite de luar resplandecente,
No entardecer ao perder a luz.

No int'rior, luz brilhante, fagueira,
Ela existe e é companheira
Daquele qu' em seu peito tem jesus!

Modesto

Sem comentários:

Enviar um comentário