sexta-feira, 27 de março de 2015

O AMOR É A PORTA




















Um dia saí de dentro de mim:
Cria ter vivido até ao fim.
Então gritei pela vida passada,
Então chorei pela outra estrada...
E, quando olhei, já não vi mais nada.

Era no deserto que eu estava!
Aí, descobri o que se passava.
O fim, agora, estava aqui,,
Sem demora o epílogo li
E vi que Deus não 'stá longe daqui.

Agora voltei e hei-de querer
Renovar, já, todo o meu viver.
E vou viver bem o dia que passa,
Procurarei não viver na desgraça...
E darei amor a quem por mim passa.

O amor é o fim da caminhada,
Ele é mesmo a única estrada.
O amor vive-se na paciência,
Ele está na minha consciência.
O amor é a porta de entrada.

Modesto

Sem comentários:

Enviar um comentário

UM PAR DE ASAS

Se eu fosse águia ou cotovia Com liberdade plena à minha mão, De voar segundo a minha fantasia, De abrir as asas e ...