terça-feira, 24 de março de 2015

DE MÃOS DADAS

























Dá-me a tua mão e cantaremos,
Dá-me a tua mão e amarás
E, como a bela flor, seremos
Pétalas da flor qu' ao mundo darás.

Vem! Os mesmos versos declamaremos
Ao ritmo dos poemas bailarás,
Como a seara ondularemos,
A espiga com grãos repartirás.

Dá-me a tua mão e esquecerás
As maleitas que o mundo nos traz...
E na colina faremos a dança!

Como a flor em botão abrirás,
Como a espiga teu pão darás...
De mãos dadas, seremos esperança!

Modesto

Sem comentários:

Enviar um comentário

PELA AURORA

Campos fora, campos dentro, Lá vai correndo ligeiro. Vai a correr contr' o vento E eu sou seu companheiro. Campos ...