Follow by Email

domingo, 8 de março de 2015

MULHER E MÃE

























Mulher, flor do meu jardim de carícias,
Vem cantar com o meu piano ardente,
Com tua voz de lânguidas delícias
Canções d' amor, com tua voz quente.

O teu gracioso tom tão sonoro,
Volúpia singular sem igual...
Deleitas-me como nunca! - Adoro! -
Tu és a minha taça de cristal!

Obra d' eleição que exige amor,
Alma amiga que me dá calor,
Bela aurora das minhas manhãs!...

Mulher que me faz amar com fervor,
Mãe que me lev' a viver com amor:
Belo rejuvenescer  que me traz!

Modesto

Sem comentários:

Enviar um comentário