sexta-feira, 13 de março de 2015

CAMINHAR ENTRE AS FLORES



















Por gostar tanto de flores,
Abri as minhas janelas.
Misturei dor e amor
E caminhei entre elas.

Enquant' o sol despontava,
Em manhã de luz nascente,
Fui pró jardim e olhava
A flor com sua semente.

Luz intensa sem ter fim
Dava à flor energia,
Pegava a cor a mim,
Em tons de bela magia.

Suave brisa soprava
E as pétalas s' abriam.
Quanto mais eu as olhava,
Mais felizes se sentiam.

Muitas flores eu já vi
Pintar quadros de beleza!
A melhor cor que senti?
Cultivar a Natureza!

É aguarela diária
De cores que dão encanto,
Com uma tinta primária,
Formam um jardim d' espanto!

E... a flor com que sonhei
Pra perfumar meus sentidos,
No tom da vida encontrei
Que fez meus tons coloridos.

Modesto

Sem comentários:

Enviar um comentário

INCÊNDIO VELOZ

Corre mais que um atleta, mais depressa E corre tão depressa como o vento... Atrás de si, fica a treva espessa: O ten...