sábado, 14 de março de 2015

MEU JARDIM SUSPENSO
















Nas colunas da imaginação,
Com mármore e com cristal de sonho,
Fui plantar, para além da amplidão,
O meu jardim dos versos que componho.

Jardim suspenso - colunas de luz -
Longe do mundo, das coisas da terra,
Entre os versos todos que compus,
Minha alma encanta-se... e erra!...

Jardim oculto, extraordinário,
Tem poemas como vozes das fontes:
É mundo feliz, estranho, lendário,
Sem terras, fronteiras... Só horizontes!

E entre flores coloridas ando...
Sonho com a Criação do Bom Deus!
Acompanham-me em alegre bando
Passarinhos iguais aos sonhos meus...

Feliz por criar esta ascensão,
Bato asas no espaço imenso.
Fiz colunas de imaginação
E sonho com meu jardim suspenso!

Modesto

Sem comentários:

Enviar um comentário

ORIENTA-ME, ESTRELA DA MANHÃ !

Eu te procuro, doce estrela a manhã Que no lusco-fusco d' aurora 'stá desperta, Por vezes, no meio de nuvens c...