sexta-feira, 5 de setembro de 2014

OS AMORES DUM ADOLESCENTE





















Na turbulência da vida,
O amor nem sim nem não,
deixa a alma ferida,
Com os picos da paixão!

Sente problemas na vida,
E muita ingratidão.
Sente bem a dor sofrida,
Nem sempr' aceita perdão.

Anda lá pelas alturas,
Voando nas planuras,
Alegre de coração...

Alma com rosas de cores,
Abundância de flores...
Mas, rasteja pelo chão!

Modesto

Sem comentários:

Enviar um comentário

INCÊNDIO VELOZ

Corre mais que um atleta, mais depressa E corre tão depressa como o vento... Atrás de si, fica a treva espessa: O ten...