Follow by Email

terça-feira, 16 de setembro de 2014

LÁGRIMA



















Rebola, insiste:
Vai cair no chão,
Secar com o vento!
Lágrima triste
Do meu coração!

Eu vou escrevendo,
Versando beleza,
Só interrompendo,
Por suspiro lento
A minha tristeza!

E, então, transpiro!
Lágrima resiste,
No rosto molhado
E cai par' o chão!
Há mais um suspiro
Mais lágrima triste
Do meu coração
Tão atormentado!

Modesto

Sem comentários:

Enviar um comentário