terça-feira, 30 de setembro de 2014

CANTIGAS DO CAMPO




















Caminho p'lo campo verde,
Campo de pois da estrada,
Com sebe de flores verde,
Serra azul, água calada.

Vou olhando par' o céu,
Imagem da minha vida...
Tudo é lindo e meu!
Pena andar tão perdida...

Ponho os pés ao caminho,
Vou ver os passos da lua.
'Stou a chegar, meu anjinho,
Minh' alma, sombra da tua.

De tanto olhar pra longe,
Não vej' o que passa perto.
Vou ao monte ver mais longe...
E fico como deserto!

Vou subindo em altura,
Vejo o céu de carmim.
Eu gosto desta candura:
Cai d´alto dentro de mim!

No cimo colh' uma flor,
É o instinto de mim!
Vou dá-la ao meu amor,
Como princípio sem fim!

Modesto


Sem comentários:

Enviar um comentário

AQUI MOROU MEU REI

Aqui morou um rei quando, menino, Vestia um castanho algodão. A pedra da sorte do meu destino Pulsava junto ao meu cora...