Follow by Email

segunda-feira, 13 de março de 2017

A VIDA PASSA

















A vida é assim... nasce, desaparece,
A gente não a governa nem a deslinda.
O tempo avança, o sofrimento cresce
Cada vez mais, como uma sombra infinda.

A graça. o amor... apaga-se, fenece,
O qu' impera amanhã, são mágoas ainda.
Não se muda a sorte, o bálsamo é prece
Que é somente o que nos salva e blinda. (=protege)

Na caminhada, o coração a sangrar
Sonhos e luz estão-nos a abandonar,
Palpita no peito uma agonia lenta.

Pois só triunfa quem vence esses horrores,
Essa sucessão interminável das dores,
Mas, com fé, suporta, estoico, e enfrenta.

Modesto

Sem comentários:

Enviar um comentário