sexta-feira, 24 de julho de 2015

VOU SEGUIR OS TEUS CONSELHOS



















Os conselhos que me deste. meus amigo,
Têm poemas de amor e alento,
São palavras que trago sempre comigo
E são, da minha alma, o alimento.

Eu lembro-me sempre delas, quando paro.
Encontro nelas ternura, por acaso.
E, da ferida aberta, logo saro,
Porque,de tanto doer, passou do prazo.

A ferida que sangrava lá no fundo,
Deixou nos meus olhos nevoeiro baço.
E, ao ler teus versos, até me confundo....

Vou juntando nossas mágoas num abraço
E preparar-me pra enfrentar o mundo,
Quando puser meus poemas no espaço!

Modesto

Sem comentários:

Enviar um comentário

TRAZER O "SER" LIBERTO

Da gota d' água dum carinho agreste Geram-se os oceanos da bondade. O coração qu' é livre e bom reveste Todo o...