terça-feira, 1 de julho de 2014

PROCURA O INFINITO


















É certo que os caminhos
Qu' os homens percorrerão
Poderão ser bem mesquinhos...
Depende do coração!

Para fazer um poema,
É preciso acreditar
Qu' a vida é tão amena,
Qu' o poeta faz sonhar!

Pode também haver dor...
Mas, deixará d' existir,
Se em frente do amor,
Tiver forças pra seguir!

E... um dia chegará
Qu' o sonho s' ali' à vida:
Tudo acontecerá!
Mas fic'a alma ferida!

Todos sabemos tão pouco,
Mesmo do qu' está escrito...
Cada um de nós é louco,
Se não quer o infinito!

Modesto

Sem comentários:

Enviar um comentário

AQUI MOROU MEU REI

Aqui morou um rei quando, menino, Vestia um castanho algodão. A pedra da sorte do meu destino Pulsava junto ao meu cora...