domingo, 13 de julho de 2014

DOCE ALVORECER


















São cinco da manhã, hora em qu' o dia,
A pouco e pouco sai da sombra triste,
Hora de clarear, o sol principia
A inundar de luz, tudo o qu' existe.

Aurora bela do doce madrugar,
Toda a Natureza vai tomando cor...
Já os pássaros acordaram a cantar,
E eu acordo a ver este rubor!

Mágico este doce alvorecer!
É hora da cor do sol que vai nascer
E o manto de sombra vai dissipar.

E toda a bicharada se levanta,
Hora em qu' a terra docemente canta...
Até o sino da torre vai tocar!

Modesto

Sem comentários:

Enviar um comentário

ORIENTA-ME, ESTRELA DA MANHÃ !

Eu te procuro, doce estrela a manhã Que no lusco-fusco d' aurora 'stá desperta, Por vezes, no meio de nuvens c...