Follow by Email

domingo, 18 de maio de 2014

EU SEI
















Eu sei do destino, do fado da vida,
Sei que há mentira e que há verdade,
Sei que o amor traz mágoa sentida,
Sei das desilusões, da felicidade.

Conheço tristezas e sei de saudade,
Sei de sorrisos, d' alegria sentida,
Vivo por inteiro e não por metade
E volto sempre ao ponto de parida.

Conheço bem o escuro da cidade
E os olhos que trazem luz prometida,
Mas não quero a paixão que assim arde...

Quero o campo: Anseio que m' invade!
Há silêncio, uma sadia vida...
Sei de esperança, ao cair da tarde!

Modesto

Sem comentários:

Enviar um comentário