Follow by Email

terça-feira, 29 de outubro de 2013

SAUDADE



















Saudade! Olhar de minha mãe rezando,                       
Lágrimas lentas deslizando em fio...
Saudade! O amor da terra, do rio,
Cantigas de águas claras soluçando!

Noites de Inverno, o suportar do frio
Ao luar, como passarinhos piando
E ao vento, como as folhas cantando...
Saudade do belo sol do Estio!

Saudade! Vaivém ou dor do pensamento,
Gemidos, ais dos canaviais ao vento...
A lúgubre névoa sobre a serra...

Saudade! Montedeiras, velho monte
Varrido pelo vento, lindo horizonte...
E o valido dos rebanhos da Terra!

Modesto

Sem comentários:

Enviar um comentário