quinta-feira, 10 de outubro de 2013

MELODIA ENGANADORA























O estilo da música era suave,
A melodia como a canção da rosa.
A ária formosíssima é tão grave...
A comoção da artista é tão chorosa!

Era uma bela ode apaixonada
Que poucos têm o poder de escutar...
Só quem ouve uma canção acompanhada
Da harpa sonora e se deixa levar!

Escuto a música alegre, sentida,
Junto da comoção profunda da cantora,
Vivo intenso recolhimento e vida,
Como s'escutasse meu coração d'outrora!

Chegando-me para a cantora, eu disse:
Por aqui, Menina, rosa a florescer?!
Era ainda botão, viçosa, que se visse...
Su' adolescência fez-me esmorecer!

É como o orvalho esta nossa vida:
Forma-se na relva, brilha ao sol clarão,
E escorrega sobre a folha pendida,
Desvanecendo em murmúrio no chão!

Modesto

Sem comentários:

Enviar um comentário

AQUI MOROU MEU REI

Aqui morou um rei quando, menino, Vestia um castanho algodão. A pedra da sorte do meu destino Pulsava junto ao meu cora...