Follow by Email

segunda-feira, 16 de setembro de 2013

GRATIDÃO

























Andando com minha alma naufragada
No cálice amargo da saudade,
Compraz a Deus a via iluminada
Que me guia da sombra à claridade.

Mau grado a desventura consolada
Por velado "stress" de ansiedade,
Apraz aos céus saber que 'stou agradado
Por ter vivido amor de qualidade.

E... Entre flores, lágrimas e afetos,
Está o adeus dos filhos prediletos,
Como costume, a vida põe dispersos.

Sendo assim, a despeito deste pranto,
A glória que vos rendo com meu canto,
É gratidão que vos dou nestes meus versos.

Modesto

Sem comentários:

Enviar um comentário