Follow by Email

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2016

COMO VAI A VIDA



















Pergunto como anda a minha vida:
Quando sou eu, como tenho vivido,
Sou uma verdade por mim possuída?
Fazer perguntas é um acto sentido!

A Quem pergunto e o que Ele pensa?
É hereditária consequência?
A vida nasceu de uma luz imensa
Qu' envolve o âmago da consciência!

Sei que nasci para a eternidade:
A Natureza dá-me esta verdade,
Até as flores me dão este desejo.

Apresso o amor, porqu' amanhã morro.
Com este amor, peço a Deus socorro
E a fé diz-me que amanhã O vejo.

Modesto

Sem comentários:

Enviar um comentário