Follow by Email

sábado, 1 de novembro de 2014

A ALMA EM VOO














Hoje é dia da alma pegar voo,
Abrindo asas, p'lo infinito fora.
Pelos meus antepassados, eu revoo,
Rompendo espaço, ao nascer d' aurora.

Quando o passado, a sós, eu remoo,
Esse passado já distante, agora,
O meu coração recorda e ecoo
Os diálogos com que vibrei outrora.

Saudade é a viagem que fazemos
Ao céu, visitar companheiros de vida
Qu' há muito não vemos, um dia veremos...

Com'é bom esquecer a realidade,
Como águia de asa estendida,
Mergulhar no infinito da Verdade!

Modesto


Sem comentários:

Enviar um comentário