sexta-feira, 31 de outubro de 2014

ANSEIOS DA MADRUGADA




















De manhã, vejo a vida a despertar
Num sonho encantado de criança:
Vida a recolher o descansar,
E eu aguardo na esperança.

É como o nascer da Primavera
A florir no provir de cad' aurora,
Uma brisa leve traz a quimera,
Pró cantinho que quero tod' a hora.

Vejo o mundo como infinito,
Nasce o sol brilhante pra me dizer:
Amor é sentimento mui bonito!

Tinha visto surgir a madrugada:
Vinha com anseio de me ver
E s' eu convidava minha amada!

Modesto

Sem comentários:

Enviar um comentário

TRAZER O "SER" LIBERTO

Da gota d' água dum carinho agreste Geram-se os oceanos da bondade. O coração qu' é livre e bom reveste Todo o...