terça-feira, 15 de janeiro de 2013

SONHOS


Trabalhas a terra com a enxada e com o arado,
Trazes os sonhos na tua mão,
Tens na terra o destino fadado
E olhas para o céu pedindo a bênção.

A chuva cai, beijando a tua fronte
E brota da terra a semente...
Mais água brota da fonte...
E tens a planta crescente!

Mostras nas mãos calejadas
os frutos da terra trabalhada,
O pão que enche as mesas preparadas
E alimenta a filharada...

Enquanto os teus sonhos ficam na mente
E te dão a esperança
Que terás um amanhã diferente:
Para teus filhos, melhor bonança!

Modesto

Sem comentários:

Enviar um comentário

AQUI MOROU MEU REI

Aqui morou um rei quando, menino, Vestia um castanho algodão. A pedra da sorte do meu destino Pulsava junto ao meu cora...